A Oclusão é a área da Medicina Dentária responsável pelo estudo da relação (encaixe) entre os dentes superiores e inferiores. De forma a conseguirmos a manutenção de todas as funções orais - mastigação, deglutição, fonação e estética - é necessário que se estabeleça uma correcta relação entre os dois maxilares, com especial relevância para o posicionamento dentário.

Quando a relação entre os dois maxilares não é a correcta, diz-se que há uma malocusão. Esta pode estar associada a inúmeros problemas, como a fractura de dentes, recessões gengivais, problemas na articulação temporo-mandibular (aquela que nos permite abrir e fecha a boca) ou hábitos parafuncionais (como o bruxismo).

A Oclusão está presente em todas as restantes áreas da Medicina Dentária na medida em que os princípios de uma correcta oclusão são aqueles que nos devem guiar por forma a tratar e reabilitar de forma harmoniosa todas as patologias do foro dentário.

A Oclusão está intimamente ligada à área da Ortodontia, sendo esta última um recurso de inegável valor na resolução de problemas de oclusão mais graves.

Os pacientes que já tenham tido alguma limitação da abertura bucal, sentido estalidos durante a mastigação ou mesmo dor transmitida à face, pescoço, crânio, devem procurar ajuda junto do seu médico dentista pois poderemos estar perante um problema de oclusão que tem resolução.