A polpa dentária é um tecido nobre, ricamente vascularizado e enervado, localizado no interior do dente. É responsável pela sensação de frio e calor que temos nos nossos dentes podendo também ser "culpabilizada" por alguns episódios de dor intensa que os dentes manifestam.

Em geral, estes episódios dolorosos ocorrem quando o complexo formado pela dentina e a polpa dentária é severamente atacado, tanto pela cárie dentária (quando esta é mais profunda) como por traumatismos ou fracturas.

Nestas situações, cabe à Endodontia o tratamento do dente (desvitalização) por forma a que este possa ser mantido na cavidade oral. Após a desvitalização, o dente deverá manter a função e estética e permanecer assintomático.

O tratamento consiste na remoção indolor (sob anestesia) da polpa dentária e substituição por um material que preencha da forma mais perfeita e hermética possível o interior do dente. Desta forma criamos as condições para que o dente se mantenha saudável em boca.

As desvitalizações necessitam frequentemente de mais dos que uma consulta por forma a podermos medicar internamente o dente. Um dente desvitalizado apresenta frequentemente uma destruição significativa, razão pela qual se aconselha, em alguns casos, a confecção de coroas (próteses fixas) que confiram àquela peça dentária uma maior solidez e resistência às forças mastigatórias.